A casa é sua

Um blog para quem adora viajar e planejar viagens



sábado, 21 de maio de 2011

Costa Amalfitana - Itália

Depois de conhecer Pompéia e alguma coisa de Nápoles (entenda-se: o Museu Arqueológico e uma pizzaria), passamos 3 dias na Costa Amalfitana e em Capri. A Costa Amalfitana são 4 cidades que ficam no litoral Sul da Itália, perto de Nápoles. O programa de lá é ir à praia e andar nas ruas cheias de lojas bonitinhas e restaurantes, além de ver a vista linda do mar.

Nós escolhemos ficar hospedados na cidade de Sorrento para poder explorar melhor a região. Há quem fique hospedado em Nápoles, que é a maior cidade da região, mas eu não indico. Nápoles é uma cidade caótica, sujíssima, com fama de violenta, e é urbana, sem charme nenhum. Sorrento é um balneário charmoso, pequeno, mas com trem. E de Sorrento dá para ir, sem muita dificuldade, para as outras cidades da Costa Amalfitana (Ravello, Positano e Amalfi), ou pegar um barco para ver a ilha de Capri, ou ainda ir de trem a Pompéia.

Em Sorrento, ficamos hospedados num albergue que na verdade é um hotel excelente, chamado Ulisse Deluxe Hostel. Maravilhoso. Quarto enorme com cama queen size e cama de solteiro, frigobar, TV, banheiro lindo com banheira, café da manhã gostoso e recepcionistas que ajudaram para caramba. Só não fica tão perto da estação de trem como eles dizem (20 minutos andando, ao invés dos 10 que eles anunciam).

No nosso primeiro dia na Costa Amalfitana, 13 de maio, fomos conhecer Positano, que das 4 cidades, é, definitivamente, a mais bonita. As construções de lá todas foram feitas na descida de uma encosta, e a água do mar é linda, transparente. A praia, como a de várias outras na Europa, é de pedrinha (não tem areia). Para entrar no mar, tem que entrar de chinelo. No dia que fomos lá, estava meio nublado, mas depois o tempo abriu e esquentou. Deu para tomar sol de biquini e dar uma entrada na água. Uma parte da praia é pública, mas no meio dela tem uma área reservada para cadeiras de sol pagas. Mas a maior parte da galera estava na parte pública, que é tão boa quanto o "chiqueirinho" da área privada.


A linda praia de Positano


Tá vendo as casas e hotéis construídos na encosta? Mas é lindo!



Para chegar lá em Positano você pode ir de carro, de ônibus público ou de barco. Muita gente aluga carro para conhecer a Costa Amalfitana, mas não quisemos fazer isso, porque a estrada (que vai margeando o mar pelo alto da montanha) é super sinuosa, estreitinha, sem acostamento, e tem muito movimento de carro e ônibus. Barcos regulares para lá só na alta temporada, no verão. Ônibus de excursão não podem entrar em Positano. Eles passam lá no alto da cidade, nem param para uma foto (apenas diminuem a velocidade).


Nós fomos de ônibus público, que pegamos na frente da estação de trem de Sorrento (7,20 euros ida e volta, por pessoa). Levamos 1 hora até lá (mas acho que de carro é mais ou menos o mesmo tempo, porque a estrada é sinuosa). O primeiro ponto é o de Positano, o motorista anuncia. O ônibus te deixa no alto da cidade, e depois você tem que andar uns 2 km até lá em baixo nas ladeirinhas ou pegar o atalho pelas escadas (o que preferimos), basta seguir as placas para a "Spiaggia" (praia em italiano). Andamos uns 20 minutos. O ônibus sai de 30 em 30 minutos, e é da única empresa que opera lá, a SITA.

Veja oos horários dos ônibus que circulam na Costa Amalfitana nessa gravura abaixo:

Horários dos ônibus que circulam na Costa Amalfitana


Sentamos na areia, e curtimos o sol. Na areia mesmo não tem ninguém vendendo nada, mas é só andar até a calçada que você compra um refri. O mar não tem onda, é tranquilissímo.

Depois de curtir a praia, almoçamos num restaurante ótimo de Positano e não careiro, o que é difícil lá (Positano é o lugar de gente chique, os hotéis lá são bem mais caros do que os das outras cidades da Costa Amalfitana). E do restaurante, o Capricci (endereço: Via Regina Giovannna, 12), dá para ver a praia, porque é bem na ponta de uma descida para a orla. Tomei vinho branco, comemos 2 entradinhas, almoçamos massas gostosas e pagamos 40 euros o casal.

Para voltar para Sorrento, pegamos ônibus num outro ponto (saindo da praia, suba as escadas à direita) e andamos menos. A volta de ônibus para Sorrento é mais rápida, 40 minutos.

No dia seguinte, dia 14, a gente podia ter ido para Amalfi e Ravello de ônibus público mesmo, mas preferimos pegar uma excursão de um dia, porque Gui estava com sinusite e não queria ter nem trabalho de pensar em ponto de ônibus. É que teríamos que pegar um ônibus até Amalfi (é o mesmo ônibus que vai para Sorrento, só que Amalfi é uma parada posterior), passar um tempinho lá, e depois descobrir onde era o ponto até Ravello. Para voltar de Ravello teríamos que pegar um busu para Amalfi e, em seguida, um para Positano.

Já na excursão, os caras praticamente pegaram a gente no hotel, e a gente não se estressou com nada. Quase todas as agências de viagem locais vendem o mesmo passeio, que se chama Amalfi Drive, e sai de Sorrento, para em Amalfi por 2 horas, depois tem parada para almoço na cidade de Scala (que não tem atração nenhuma) e depois para 1h30 em Ravello. Tudo isso com um guia explicando sobre a região em inglês. Nós fomos com a agência que trabalha com o nosso hotel, a Acampora Travel, e pagamos 34 euros por pessoa. Adorei o passeio, só não gostei do lugar onde nos levaram para almoçar (um restaurante com vista e barato, mas com uma comida bem mais ou menos).

A gente entrou no busu às 7h40 (cedo!!!), e seguiu para Amalfi. Lá, ficamos tomando sol na praia (pública, com água transparente, apesar de ter um cantinho em que tava rolando uma água que parecia vir do esgoto). A praia é legal, mas a de Positano é maior e mais bonita. Depois vimos o Duomo de Positano, batemos perna nas lojinhas, tomamos uma granita (um suco meio raspinha de gelo, de limão) e voltamos. Na excursão, quase todo mundo fez um passeio de barco (12 euros por pessoa) de 30 minutos, mas como Gui tava doente e não queria tomar vento na cara, evitamos.


A praia de Amalfi

A água do mar de Amalfi é clarinha, apesar de ter muitos barcos ali

Em seguida, almoçamos na cidade de Scalla e fomos para Ravello, que gosta de se chamar "cidade da música", e fica no alto de uma montanha. É que foi em Ravello que o compositor clássico Richard Wagner se inspirou para compor a ópera Parsifal. E lá, no final da primavera, eles promovem um festival de música clássica, o Ravello Festival, num lugar lindo, que visitamos, chamado Villa Rufolo. Essa "vila", na verdade, é uma construção do século 13, que era uma casa com lindos jardins e uma vista divina. O lugar ficou abandonado por muitos anos, e hoje o que tem lá é parte da construção (nada demais), jardins bonitos, e uma vista do mar linda. Do alto você vê as cidades de Maiori e Minori, que também ficam na praia. A entrada custa 5 euros e você vê o lugar em 30 minutos.

Ravello também pareceu ser uma cidade pequenininha, com uma praça principal, restaurantes e lojinhas. Mas a vista de lá vale a pena.


As flores da Villa Rufolo com o visual da praia

Chegamos em Sorrento às 16h e tava o maior solzão. Ainda dava para ir à praia em Sorrento (que a gente ainda não tinha visto nem como era) e fomos ver como era a praia da Marina Grande. É uma vila de pescadores, com praia pública, mas bem feinha, não gostei não. Tanto que nem sentamos na areia.

No dia seguinte, a gente foi conhecer outra praia de Sorrento, que é praticamente toda privada, para ver se era mais bonita. Depois de passear em Capri (calma, que sobre a ilha eu conto no próximo post), fomos à praia da Marina San Francesco, que fica do lado de onde saem os barcos para Capri. O pessoal do hotel tinha dito que as melhores praias de Sorrento eram a Marina Grande e a Marina de San Francesco (além destas, tem também a Marina Piccola, que não visitamos).

Não sei se era porque estava meio nublado quando chegamos na Marina San Francesco, mas não gostei dessa praia também não. O que é a praia privada lá? São "beach clubs" em que você entra depois de pagar (uns 10 euros por pessoa) e fica numa cadeira de praia tomando sol num píer acima da água do mar. Quer tomar banho de mar? Ou você pula na água ou você vai para a micro faixa de areia que tem no "beach club". A gente até tava disposto a pagar, mas só olhou de fora e não entrou.

A parte pública da Marina San Francesco também é bem caída, uns 15 metros de extensão, meio espremida entre os beach clubs. Não sei, fiquei com a impressão que praia legal e bonita era a de Positano, que só não é melhor porque a cidade é cara e mais trabalhosa de chegar.


A praia privada de Marina San Francesco, em Sorrento, e seus beach clubs



A parte pública da praia de Marina San Francesco, em Sorrento



Mas antes de finalizar esse post queria dar umas dicas de restaurante na cidade de Sorrento. Você vai andar quase o tempo todo na "rua das pedras" de lá, a que reúne os restaurantes e lojinhas, que se chama Corso Itália. Tem mais lojas caras do que lojinhas de buginganga.

A Pizzeria Aurora (na Piazza Tasso, 10) tem massas gostosas e não é careira. No Bar Veneruso (que na verdade é um misto de delicatessen com restaurante) você vai tomar um dos melhores sorvetes de Nutella que já tomei. Fica na Corso Italia, 43/49. No Bougainvillea (Corso Italia, 16), você encontra desde sorvetes deliciosos, até uma pizza gostosa, sanduíches e comida de verdade.

41 comentários:

Anônimo disse...

Zero comentários, pq de Itália vc nao entende nada....

Marcelle disse...

Oi, ANônimo,
Não tenho a pretensão de conhecer a fundo a Itália ou qualquer outro lugar.
A ideia do blog é apenas contar sobre as minhas viagens a amigos e familiares e foi pensando neles que o blog foi criado. Escrevo aqui as dicas de onde passei e espero que elas possam servir para ajudar os outros, assim como as dicas de vários outros blogs de viagem me foram extremamente úteis.
Caso você tenha dicas para nós dar sobre a Itália, ou qualquer outro lugar, coloque na caixa de comentários. Se tiver alguma correção a fazer sobre o que eu escrevi, fique à vontade para dizer, porque eu não sei tudo sobre tudo. Aliás, todos nós, não é mesmo?
Marcelle

Anônimo disse...

Mas de caro ,caresimo e carissimo.... da proxima procure por Peruibe ,sai bem mais em conta.

Zelina Ribeiro disse...

Oi Marcelle, adorei seu blog e me identifiquei muito com o seu perfil,pretendo visitar à Costa Amalfitana esse ano e adorei suas dicas.
bjs

P.S. Como tem gente desagradável.

Zelina Ribeiro

Anônimo disse...

Parabéns, pelo Blog!!!
Me ajudou muito!!!

Tássia disse...

Oi Marcelle, adorei as dicas espero que não se impressione com a amargura de alguns. Vou para Costa Amafaltina no inicio de junho tomara que eu consiga encontrar esses restaurantes bons e não muito caros!!!

Tássia

Marcelle disse...

Tássia, obrigada pelo elogio. Espero que consiga comer bem e barato lá, procurando a gente sempre acha, né? :)
Depois volta aqui para dar as dicas!
Abraços,
Marcelle

dulce disse...

Estou horrorizada com a falta de educação destas pessoas que fizeram comentários ridículos.Aposto que nunca devem ter ido pra lá de Peruibee, já que sabem de lá!!! Gostei das dicas obrigada. Seguirei pra costa amalfitana em setembro

renata disse...

OLá, eu gostaria de ter mais detalhes da empresa que vcs utilizaram para fazer os passeios pela costa amalfitana, de um dia. Eu estou indo sozinha agora em julho e quero muito conhecer esses lugares (meu sonho). E como estarei sozinha, toda informação é util. Obrigada, Renata

Sil disse...

Oi Marcelle,

Adorei suas dicas, já copiei todas para mim, pois vou para lá em setembro fazer minha lua de mel.
Pretendo desembarcar em Roma e ir de trem até Napoles.
Você acha que vale a pena ficar um dia em Roma?
Ou será que daria tempo de dar uma esticada até Florença?
E para a Costa Amalfitana, quantos dias você sugere, porque na verdade, eu só terei 8 dias já incluindo o dia de ida e volta.
Aguardo suas sugestões.
Beijão,
Sil

Anônimo disse...

Oi querida, tudo bem?
Estou escrevendo agora de Positano. Dia lindo, temperatura em quase 30 graus. Estamos no Hotel Pulpete...excelente e caro, uma pena... mas não encontramos local melhor e mais barato.
Almocei uma salada caprese divina por 10 euros e um suco de limão com duas doses de limoncelo (licor).
Amei seu blog. É tudo isso que vc diz e mais um pouco. Hoje terá uma apresentação de música clássica em Ravello... estamos de carro mas o limoncello bateu aquele cansaço!!!
Quanto a uma parada em Roma, vale a pena sim. Passamos dois dias em Roma e em apenas um visitamos o Coliseo, museu do vaticano, fontana de trevi e piazza navona. Comprar em Roma sai muito mais em conta do que em qualquer outra cidade da Italia. Camisa social masculina por 25 euros, gravata por 10 euros... lenço feminino 3 por 10 euros.
Enfim, a Costa Amalfitana é maravilhosa!!!
Bjs,
Dri

Marcelle disse...

Sil,
Desculpe só responder agora, é que estava viajando de férias, e só agora estou no Brasil, e um pouco mais tranquila.
Pelo que entendi, você só tem 8 dias de viagem, incluindo o dia de chegada em Roma e o de volta para o Brasil (por Roma), certo?
Se der, use o dia de chegada para dar um rolê por Roma, sem compromisso. Se preferir, use esse dia para descansar, se adaptar ao fuso. Não se obrigue a fazer nada.
Fique 2 ou 3 dias em Roma e os demais na Costa Amalfitana (você vai precisar de, no mínimo, 1 dia para Capri, 1 dia para Positano + Sorrento e 1 dia para Amalfi+ Ravello). Se der e quiser, vá a Pompeia, que é entre Nápoles e a Costa Amalfitana e requer pelo menos metade de um dia.
Eu não iria a Florença nessa viagem, fica muito fora de mão.
Abs,
Marcelle

Marcelle disse...

OI, Dri,
Que bom que está curtindo a viagem, aproveite!
Abraço,
Marcelle

Marcelle disse...

Renata,
Só usei uma empresa de turismo para fazer um dia de passeio na Costa Amalfitana (que saiu de Sorrento e fez paradas em Amalfi e Ravello, e passou rapidamente por Positano, mas sem paradas), foi a a Acampora Travel. O site deles é http://www.acamporatravel.it/en/index.php
Foi o meu hostel que me indicou e achei muito bom o serviço. O que me incomodou apenas foi o restaurante para onde nos levaram para o almoço, que foi fraco, sem opção de cardápio. Mas o guia era ótimo e o tempo que passamos em Amalfi e em Ravelo foi adequado. Não conheço nenhuma outra empresa.
Abraço,
Marcelle

Sil disse...

Obrigada pelas discas Marcelle,

Vou ficar dois em Roma e o restante na Costa Amalfitana e estou descartando Florença do roteiro...
Eu vi que vc se hospedou em Sorrento, e já vi algumas pessoas dizendo que Positano é linda e que fica perto de Amalfi...e tal...
E estou numa dúvida cruel...rsrs
Poderia dar uma dica pra mim?
Positano ou Sorrento?
Beijos e obrigada
Sil
É que

Marcelle disse...

Sil,
Você pretende alugar carro ou moto para se locomover por lá? Caso pretenda, e esteja disposta a pagar um pouco a mais por hospedagem, fique em Positano. Positano tem menos lojinhas que Sorrento, mas é mais bonita a charmosa que Sorrento. Acho que hospedagem em Positano deve ser um pouco mais cara que em Sorrento, porque muitos hotéis têm um visual incrível da praia. Mas confesso que não cheguei a orçar hotel lá.
Sorrento é mais cômoda para quem, como eu, não quer alugar carro: é de Sorrento que partem barcos grandes para Capri e Nápoles, e de onde parte o trem para Nápoles e Pompeia. As outras cidades da Costa Amalfitana (Amalfi, Positano, Ravello) não têm estação de trem. E de Sorrento também partem muitas excursões para as outras cidades e um ônibus comum para Positano. Sorrento é uma cidadezinha bonita apesar de ser plana (em Positano, as construções ficam numa encosta com visual para a praia), mas a praia é menos bonita que em Positano. Não tenho certeza, mas acho que em Positano há barcos menores indo para Capri.
Espero ter ajudado.
Abraço,
Marcelle

Marcelo disse...

Acho Nápoli uma cidade linda e divertida. Na verdade, acho que dá sentido a uma viagem até a Costa Amalfitana, uma vez que insere aquelas praias em uma história de milhares de anos. Afinal de contas, se for só pelas praias, cá entre nós, as do Brasil são bem melhores.
Pompéia também é muito legal, mas talvez exija mais de meio dia, se você realmente quiser viver sua história.
Na próxima vez arranje m bom hotel em Napoli e explore o museu nacional, os restaurantes típicos napolitanos,os vinhos e tudo mais que essa linda cidade tem a oferecer.

Marcia disse...

Para o anônimo!

As pessoas não são obrigadas a entender tudo nesta vida.
Acabei de chegar de Roma e confesso, como sempre ela está sempre em reforma, tapumes por todos os lados, não gostei, é suja, pessoas mal educadas, ponto turístico como a Escadaria da Espanha não tem a menor graça, e a Fontana de Trevi pra mim foi a maior decepção.
Bonito mesmo é Veneza, pessoas alegres, hospitaleiras e Milão apesar de não ter nada de turístico à não ser a Duomo as pessoas são lindas, elegantes e principalmente educadas.
Quanto á seu Blog achei bem explicado, e me pareceu que no Brasil temos praias melhores para conhecer, só falta mesmo nós darmos mais valores ao que temos.
Abraços

Anônimo disse...

Querido ou querida que sugeriu Peruibe, comparar Peruibe com Ilha de Capri eh so pra quem nunca viajou na vida..

Anônimo disse...

Oi Anonimo, como deu pra ver muito bem, vc eh pobre de espirito e de bolso tbm, porque nunca saiu de Peruibe!

Sueli disse...

Olá Marcele!
Vou para Sorrento em setembro/13, pretendo ficar uns 4 dias, o Hotel fica praticamente no meio do caminho entre Sorrento e Amalfi e em frente ao Hotel tem um ponto de ônibus que te leva para Amalfi, Positano, Minori.
Minha dúvida é saber se essa linha de ônibus a SITA pode ser comprado bilhete para 3 dias e se podemos descer no meio do caminho, conhecer algum lugar interessante e depos tomar novamente esse ônibus com o mesmo bilhete do dia.
Não consigo acessar o site da SITA.
Seu blog está muito bom, INVEJOSOS sempre cruzarão nossos caminhos e quando olhamos pra trás nos deparamos com eles.
Obrigada

Marcelle disse...

Sueli,
Não sei se é existe um bilhete assim. Mas achei um site com horários e paradas do ônibus da SIta, em inglês. Dê uma olhada - http://www.summerinitaly.com/planning/public_transportation_sorrento.asp

Desculpe não ter conseguido ajudar mais.
Abraço,
Marcelle

Mara Regina disse...

Gostei das dicas sobre a região; Estamosc retornando à Italia em fev/13, pois aaamammoosss tudo que vimos. O ano passado fiamos 10 dias em Roma (eu,meu esposo e meu filho de 16 anos). Escolhemos tudo pela internet e, demos a sorte de ficar num hotel maravilho (QUIRINALE), localizado bem no centro histórico em Roma e há uma quadra da estação do metrô. Estudei muito Roma antes de viajar. Desenhei no mapa da cidade todas as ruas e pontos turísticos que queria conhecer. (Aliás, para quem interessar, a Folha de São Paulo tem um GUIA VISUAL para quase todas as cidades da Europa), Nós usamos muito. Antes e durante. Andamos a pé em Roma todos os dias e muitooo! Com o espírito desbravador, guia e mapa nas mãos, fomos nos emocionando muito em cada Piazza, Via, Vicolo, etc... Para quem estudou artes e arquitetura e é apaixonada por História antiga, Roma é TUDO!
Viajamos também por Verona, Sirmione, Veneza, Assis, Santa Maria Capua Vetere], Firenze, Siena, Piza e Lucca. Mas, nos apaoxonamos mesmo, de verdade, por ROMA. Tanto, que estamos retornarndo esse ano, Tudo por nossa conta. Nada de pacotes. Hotéis, aluguel de carro, etc. Nós mesmos estamos montando nosso roteiro...
Enfim, se você que se encantar por um lugar, que respira história, pessoas educadas, excelente comida e vinhos... vá a Roma, vá a Italia!

Anônimo disse...

anônimo I
Ainda não visitei a Europa, porque não tenho tempo, nem dinheiro.Portanto me contentaria com a praia de Peruibe. Nesta cidade indico Pousada Descanso Garantido, com diárias bem em conta, R$ 50,00 o
casal. fica da rua Amélia, l45.
A praia é um sonho, muito sol e areia e um pouco de vento.
visite Peruibe voce tbem.

09 de fevereiro de 20l3 l5:20

Maria Kozlowsky disse...

Oi Marcelle!
Em abril, próximo, estarei na Itália. Iniciaremos, eu e meu marido, em Pompeia e, em seguida, iremos para Veneza, finalizando em Roma. Gostei das dicas e aproveitarei para os passeios pela Costa Amalfitana. Informarei quando retornar. Parabéns pelo blog, pela comunicação fácil.
Maria Kozlowsky
17 de fevereiro de 2013

Anônimo disse...

Maria,
Vc vai de trem de Pompeia a Veneza e depois também de trem para Roma?
Cristina

Anônimo disse...

Acabei de passar 12 dias na Itália. Lugar mágico. primeira parada em Roma (3 dias - 1 dia Roma + Vaticano, 1 dia Pompeia e 1 dia de compras), Florença(4 dias - 3 dias de Florença, 1 dia de Siena + San Gimignano) e Milão (3 dias - 1 dia Milão, 1 dia de Veneza e 1 dia de Milão compras). Fiz um ótimo roteiro com amigos sem gastar muito e voltei maravilhado! Dicas? podem perguntar. Adorei o blog. Aroldo.

Sabrina disse...

Cada qual com sua rara beleza! Eu não sei quem é o anônimo mas espero que as pessoas compreendam que em Peruíbe nem todo mundo tem essa falta de educação. A propósito, Peruíbe tem praias lindas e pessoas maravilhosas! A cidade está de portas abertas para receber pessoas que sabem curtir a vida e as belezas do mundo sem comparações desnecessárias. Sejam bem vindos!! E já que o assunto é a Costa Amalfitana (minha paixão), estou indo pra lá!!! Baci a tutti!!!

Cris disse...

Oi Marcelle, assisti a um filme que passa na Costa Amalfitana e fiquei encantada, conheço Roma, mas ainda não tive a oportunidade de conhecer o Sul da Italia. Parabéns pelo seu blog, ajuda muito, pena essa confusão de "anônimos" aí que tiram um pouco o foco(já pensou em deletar esses posts?), de qq maneira, obrigada pelas dicas. bjs.

Anônimo disse...

Oi anonimo,vai passear em Peruibe e na Praia Grande,quem nada entende de Itália é vc.

Stefanello disse...

Oi Marcelle,

Estive na Costa Amalfitana também, lugar lindo, teus relatos e dicas estão muito bons. Em Positano jantei no Restaurante Il Ritrovo Via Montepertuso, 77, Positano, excelente restaurante em todos os sentidos, e ainda tu tens a chance de fazer uma aula de gastronomia com o proprietário Salvatore Barba!

Parabéns

Marco Antônio disse...

Que pessoa deselegante, a que postou o primeiro comentário. Ele sim, é um ZERO a esquerda, pois não foi capaz de se identificar. Marcelle, gostei muito de suas dicas e acho que elas atendem, plenamente, a sua proposta. Meus parabéns, pelo blog e pela gentileza de querer contribuir com o próximo. Vou para a Costa Amalfitana em set e levo comigo suas dicas. Um abraço

Priscila disse...

Oi Marcelle,
É muito bom contar com blogs como o seu que dão dicas úteis.
Amo viajar, mas também sou do tipo que se posso economizar em algo eu o faço.
Vou agora em agosto para a Itália e um dos lugares a visitar é a Costa Amalfitana. Ficarei hospedada em Sorrento, mas aluguei um carro para ir até as outras cidades (Positano, Amalfi, Ravello).
Gostaria de saber se é fácil de estacionar nessas cidades, principalmente Sorrento ou anda-se muito a pé lá.

Valeu!

Anônimo disse...

Oi Marcelle, muito obrigada pelos seus relatos!! Estou planejando uma viagem para o ano que vem, como vou com a minha pimpolha que estará com um aninho, estou vasculhando todos os blogs que como o seu ajuda muita gente. Parabéns e obrigada

Flavia Fontenelle disse...

Olá, Obrigada pelas dicas! Estou indo em outubro, baixa temporada. Alguém sabe se é mais barato alugar o carro com antecedência ou deixar para contar com a escassez de demanda na baixa temporada com relaçao ao aluguel de carros? Agradeço desde já pela ajuda. Flavia.

Ana Patricia Da silva disse...

Olá achei o seu blog super interessante. Me apresento, sou Ana Patricia, fundadora de Touristico, consultoria turistica Italia Brasil, ofereço serviços turisticos em toda Itália. Conheça o meu trabalho através do site: www.touristico.it Se quiser colaborar basta me avisar, Grande abraço, Patricia

Patrícia disse...

Olá, Marcelle!
Também gostei demais da sua postagem sobre a costa amalfitana. Simples, fácil de ler e elucidativo para quem quer dicas práticas do local!
Valeu! ;)
Tenho passagens compradas para lá para o carnaval do ano que vem (2014). Mas estou grávida e não sei se estarei liberada para ir na época. De todo jeito, estou fazendo reservas de hotéis com a opção de cancelamento grátis.
Dada a minha condição, queria sua opinião sobre o passeio de excursão a partir de Sorrento. Pelo que entendi, não tem para Positano. É isso mesmo? Teria que ir de carro ou de ônibus público? E para descer à cidade, é complicado para uma gestante?
E quanto a Amalfi e Ravello, seria complicado também?
Desde já, obrigada!
Patrícia

Indipead disse...

Olá, Marcelle!
Encontrei teu blog por causa de uma busca sobre a cidade de Assis e acabei percorrendo outras anotações tuas sobre a Costa Amalfitana. Ao ler teus comentários sobre a Costa Amalfitana,senti que realmente não absorveste aquela atmosfera ou realmente não percebeu o quanto a Costiera é MARAVILHOSA!
Mas gosto não se discute, não é mesmo? Respeito a tua opinião, mas acho que teria aproveitado melhor tua visita se fosses de carro alugado, pois foi isso que eu e minha família fizemos e...AMAMOS!
Interessante os teus posts...
Abração, Indianara.

Luciano Gnone Filho disse...

Olá Marcelle.
Parabéns pelo seu trabalho. É meritório que pessoas como Vc se empenhem em transmitir suas experiências às outras, de forma a ajudar para que tenhamos facilidades nas nossas ações. Eu e minha mulher estamos indo para passar 21 dias no Sul da Itália, Sicília e Costa Esmeralda, na Sardenha, os únicos locais que nos restam conhecer naquele belo país. Ficaremos instalados em Sorrento na primeira semana para conhecer Nápoles, a Costa Amalfitana e Capri. Como a Mara Regina, eu também me programo por mais de um mês a cada viagem, utilizando sempre o Guia Visual da Folha de São Paulo e sempre me dei muito bem. Recorri ao seu Blog porque ainda me faltam alguns detalhes e encontrei muitas orientações que, tenho a certeza, me serão muito úteis. Além disso, polos comentários postados, tirando os palpites dispensáveis de alguns, consegui uma indicação do Stefanello sobre o restaurante Il Ritrovo, em Positano, onde pretendemos jantar.
Portanto, muito obrigado pela sua ajuda e parabéns pelo seu trabalho, que não a removerá, tenho a certeza,da decisão de continuar nos ajudando.
A propósito, onde fica Peruibe?

Mariana disse...

Amei as dicas!!!! Parabens pelo blog

Carmen Rita disse...

Você tem muita razão!! Não aconselho Napoles nem para o inimigo! Simplesmente nojenta a cidade, porca, suja, sujíssima, aliás e cheia de batedores de carteiras. Se quiser conhecer um lugar sujo, venha para Nápoles. Nem de graça volto aqui!!